Círculo

O estupro não acaba no ato.

Quem somos?

O Coletivo Seis é uma pequena produtora composta por seis estudantes do curso de Produção de Áudio e Vídeo da ETEC Jornalista Roberto Marinho. Estamos em busca de realizar nosso trabalho de conclusão de curso e nos lançarmos no mercado de trabalho. 

Sabemos que uma produtora independente e pequena enfrenta diversas dificuldades para se firmar perante a um mercado de trabalho tão competitivo.

Uma das principais barreiras vem da falta de recursos financeiros e estruturais. Felizmente, hoje temos alternativas como o financiamento coletivo, que permite trazer o público pra mais perto do processo de produção e tornar o projeto viável.

Sinopse - Círculo

Aurora, jovem estudante de história, após sofrer um estupro se vê presa em um labirinto urbano e a julgamentos constantes. Para poder sair, deverá enfrentar os traumas que a aprisionam e superar conflitos internos. 

O projeto

O estupro tornou-se um recurso narrativo muito frequente, sendo empregado em diversas produções do cinema e nos seriados. Contudo, nem sempre ele é escrito de forma que faça sentido à trama ou de modo que não perpetue ideias erradas sobre esse assunto.

No curta-metragem, “Círculo”, usaremos uma narrativa ficcional, com estética surrealista para colocar em foco a violência sexual que sofre Aurora, vítima de um estupro e que ainda convive com as consequências do ato.

As  reações psicológicas a um abuso sexual ou tentativa de um faz com que a vítima se torne estigmatizada, havendo um processo social que tende a culpa-lá pelo seu comportamento. Segundo a pesquisa feita pelo Ipea em 2013 com 3810 pessoas em 212 cidades do Brasil “58,5% das pessoas acreditam que, se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros.”. Resultando em amenização da atitude do agressor e a culpabilização da vítima.

O projeto tem como objetivo contribuir para um assunto pouco discutido e não tão bem abordado na maior parte das obras audiovisuais, trazendo o estupro e seus reais efeitos através de uma protagonista que, em sua forma de tentar superar seu maior trauma, se vê  fragilizada com a culpabilização e a revitimização causada por diversos setores da sociedade.

Cronograma

Orçamento

Buscamos o financiamento coletivo como um meio de realizar esse curta-metragem de baixo-orçamento. Serão criadas duas metas nesta campanha. Os valores arrecadados da primeira meta serão destinados à pré-produção, como confeccção dos figurinos e cenários; no pagamento da equipe de atores e no aluguel de equipamentos. Para a segunda meta, os valores serão utilizados na pós-produção, como no processo de mixagem de som; finalização de cor; impressões e inscrições a festivais.

 

Recompensas

Para as recompensas teremos um poster produzido em A3, uma camiseta, um zine de ilustrações do roteiro, um cd com a trilha original do filme, todos com artes originais de artistas como Diego Sanchez e Thais Lopes.

Poster

artista: Diego Sanchez

E para todos os que contribuiram haverá uma exibição única do filme pronto em São Paulo, capital (aguarde para mais informações).

Equipe

 

Acompanhe a nossa página no facebook: http://www.facebook.com/coletivoseis/

Qualquer dúvida entre em contato: coletivoseis@gmail.com

Contamos com a sua participação. 

Muito obrigado!